Como começar a investir? Domine seu orçamento doméstico!

Tempo de leitura: 8 minutos

“Rafael, beleza, eu entendi que é importante investir para a aposentadoria, o governo está quebrado etc e tal. Mas como então me diz, começar a investir?” Essa questão é uma dúvida muito comum, sempre presente com a maioria das pessoas com quem converso sobre independência financeira. Eu imagino que você já saiba que começar a investir, você precisa ter alguma sobra no orçamento, certo? Mas, como fazer isso na prática?

Antes de te mostrar como fazer, eu queria começar desde já alinhando uma coisa: o processo de investir e enriquecer não é difícil! Ele exige muito mais DISCIPLINA do que CONHECIMENTO. A indústria financeira tradicional (grandes bancos) sempre fará de tudo para desestimular o investimento entre a população em geral, para que os clientes fiquem reféns dos seus produtos financeiros (CDB’s, Poupança, Títulos de Capitalização etc). Portanto, para enriquecer de verdade, você precisará se esforçar um pouco mais e tomar alguns caminhos alternativos, fora do convencional. Mas acredite, não é difícil. Sou prova viva disso.

O fato de estar aqui, lendo esse artigo, já é uma baita prova de que você está no caminho vencedor. Afinal de contas, você só terá resultados diferentes na vida, se escolher fazer coisas diferentes!

Então vamos lá. Para enriquecer de verdade você precisa que 3 coisas estejam funcionando bem na sua vida financeira. São elas:

1) Seu mindset – como você entende e lida com o dinheiro;

2) Seu orçamento pessoal – começar a pagar-se primeiro e sobrar dinheiro

3) Seu conhecimento sobre investimentos – como você multiplica seu dinheiro.

Então, o post de hoje é para te ajudar no item 2, pra te ajudar a responder essa pergunta: Como ter dinheiro sobrando no orçamento pra investir? Acredite: sem nem te conhecer pessoalmente, sou capaz de apostar que hoje você tem entre 10% a 15% das suas receitas (salários, pro labore etc) sendo jogadas fora/desperdiçadas mensalmente, em despesas que não agregam valor algum para sua vida.

Duvida? Então segue em frente!

Por que todo mundo precisa ter um Orçamento Doméstico?

A maioria das pessoas vive no piloto automático. Seja nos relacionamentos, no trabalho, no lazer, somos criaturas de hábitos. Nosso cérebro é um computador muito, muito eficiente, mas que tem como objetivo (enquanto órgão humano) gastar menos energia em suas tarefas. Uma das formas que ele tem pra reduzir o gasto de energia, é criar atalhos (hábitos) para facilitar as decisões!

Quer um exemplo de como os hábitos nos deixam anestesiados? Pense na sua rotina de ir ao trabalho todo dia.

Na vida financeira, esses hábitos também podem ser positivos ou negativos. A maior parte das pessoas está presa a hábitos financeiros negativos, como por exemplo, utilizar o cartão de crédito (consumo) para aliviar ansiedade. Esse tipo de comportamento negativo, são crenças, herança dos pais (eles não fizeram por mal, fique tranquilo!). Gastar dinheiro é uma forma muito comum de obter prazer imediato, e o cérebro usa esse tipo de truque pra te ajudar a ficar mais feliz.

Agora, eu preciso te falar uma verdade que aprendi nesse processo de enriquecimento: é muito mais gostoso observar seu patrimônio crescendo e se multiplicando, do que gastá-lo! Quando você começar a investir, certamente começará a sentir isso também. Ser investidor acaba mudando sua visão de mundo. E isso não tem nada a ver com ser pão duro, pois quem investe gasta com muito mais qualidade do que quem só sabe gastar enlouquecidamente.

Um autor que já estudei muito (e provavelmente você também…) na faculdade e pós graduações, é o Peter Drucker. Ele é o papa da administração moderna. Uma frase bacana dele que eu gosto bastante é a seguinte:

Pois é, isso é muito verdade nas empresas. Se você trabalha como empregado em alguma, OU é empresário, certamente você deve acompanhar números de performance, metas, gastos, investimentos, dentre outros. Faz parte da rotina na empresa conferir esses números regularmente. Um negócio que não controla seus números, não vai muito longe.

Então, como começar a se organizar?

O primeiro passo para iniciar a jornada da riqueza é entender onde você está, e isso só é possível utilizando uma ferramenta, um controle muito poderoso, chamado de Orçamento Doméstico! Essa ferramenta vai permitir controlar os seus gastos no nível dos centavos. E te dará um panorama geral da sua situação financeira, te permitindo corrigir comportamentos e obter melhores resultados!

Afinal de contas, se os controles financeiros conseguem gerar resultados na vida da empresa, por que não seriam capazes de ajudar a gerenciar a sua própria vida financeira?

Posso te afirmar com conhecimento de causa que iniciar essa prática também te ajudará mais pra frente – como sócio e investidor, você precisará ser capaz  de avaliar e controlar empresas saudáveis. Entender um pouco de números e alguns termos de contabilidade – nada muito complexo, fique tranquilo – será de grande valia para seu crescimento pessoal.

Com o Orçamento Doméstico, você será capaz de identificar os furos no seu orçamento, os vazamentos por onde escorre seu dinheiro mensalmente. E terá a oportunidade de tampar esses furos, tomando ações em pontos estratégicos.

Reduzir despesas é difícil, eu sei, mas se você quer enriquecer, precisa ser feito e com rapidez. Desculpe por ser tão direto, mas você nunca enriquecerá tendo dívidas. No mundo do financiamento, existem dívidas boas (por exemplo, para financiar um investimento, que te trará retorno financeiro) e dívidas ruins (por exemplo, pagar o financiamento de um carro, que só te trará despesas). Se hoje você tem uma ou mais dívidas ruins, você dificilmente conseguirá enriquecer.

Quer mais dicas e truques para reduzir e eliminar dívidas? Então você está no lugar certo! Baixe meu e-book (OS 7 PASSOS PARA APOSENTAR RICO!), onde detalho mais sobre o assunto. Segue o link!

Depois que você preencher sua planilha de Orçamento Doméstico, suas próximas metas devem ser criar o hábito de atualizar este controle pelo menos uma vez a cada 15 dias, e pagar todas as suas despesas com NO MÁXIMO 80% das suas receitas. Para enriquecer, você PRECISA estar comprometido e poupar o máximo possível. É claro, talvez você ache difícil já no primeiro ou segundo mês alcançar esse patamar – eu sei como é. O fato é que você precisa buscar essa meta. Enriquecer exige algum grau de sacrifício. Mas existe um caminho, e ele está ao seu alcance, basta poupar e ter disciplina. COMPROMETA-SE COM O SEU FUTURO!

Como economizar para chegar no patamar de 80%?

Compilei abaixo algumas dicas para você começar a economizar, caso você esteja sem criatividade. Vamos lá? 🤑😉

  • Use água e energia elétrica com sabedoria – principalmente ar condicionado e geladeiras velhas. Esses equipamentos mais antigos são grandes desperdiçadores de energia. E se você mora em casa, que tal investir em energia solar?
  • Invista no DIY – aprenda a fazer consertos em casa, para não pagar um técnico. Tem muita informação no Youtube, sobre qualquer coisa!
  • Assinaturas como TV a cabo são praticamente inúteis hoje em dia. Cancele e use esse tempo para ler livros ou fazer atividades em família.
  • Faça comida congelada e leve para o trabalho. Almoços em restaurantes parecem despesas insignificantes, mas geram um ROMBO no seu orçamento!
  • Você pode fazer uma horta em casa, se tiver espaço. Caso more em apartamento, existem diversas formas de criar hortas verticais. Você ganha em saúde, reduz despesas e ainda pratica um hobby!
  • Bancos são grandes destruidores de riqueza. Confira mensalmente seus extratos, no nível dos CENTAVOS, e inclua essas pequenas despesas no seu orçamento mensal. Por ano, essas despesas valerão algumas ações de boas empresas. Dica de ouro: use bancos digitais (que não cobram tarifas) ou cooperativas de crédito (por exemplo, Sicoob!)
  • Se você não vive sem o cartão de crédito, use um com anuidade zero e com bons programas de pontuação.
  • Se estiver chateado ou triste, não corra para o shopping. Você estará mais propenso a consumir. Busque outros tipos de lazer!
  • Os pequenos gastos (cafézinho da tarde, despesas bancárias, compras eventuais no posto de gasolina etc) são vazamentos aparentemente insignificantes, mas que quando agrupados, se tornam muito relevantes. Use seu Orçamento Mensal para visualizar esse tipo de situação e eliminar com prioridade.

Vou deixar neste link o meu modelo de Orçamento Doméstico. É uma ferramenta muito completa, que eu utilizo há anos, e que eu aplico com sucesso nos meus clientes.

Gostou? Curta e compartilhe esse conteúdo com que você gosta. Se tiver alguma dúvida, deixe seu comentário. Estou aqui pra te ajudar! 😊

Bom proveito!

Ao sucesso,🚀🎯🔥
Rafael 


​Minha missão é ajudar pessoas a alcançarem sua independência financeira.
Para ajudar nessa missão, criei um E-book, detalhando a minha estratégia pessoal de enriquecimento, que venho utilizando e aprimorando por mais de 10 anos. Baixe agora mesmo meu e-book GRÁTIS, e comece a sua jornada!

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.